Académica evita derrota com Feirense em cima do apito final

Académica evita derrota com Feirense em cima do apito final

O golo do empate surgiu aos 94 minutos.

Académica e Feirense empataram 1-1, em jogo da sexta jornada da II Liga, disputado em Coimbra, com os estudantes a evitaram a derrota no último lance do encontro.

A equipa de Santa Maria da Feira adiantou-se no marcador aos 80 minutos, por Fati, tendo a briosa empatado aos 90+4 minutos por Zé Castro, na conversão de uma grande penalidade.

Os estudantes, que vinham de três derrotas consecutivas, tiveram maior ascendente na primeira parte e, aos quatro minutos, estiveram quase a inaugurar o marcador, num cabeceamento de Dias, que saiu a rasar o poste da baliza do Feirense.

O avançado Hugo Almeida também tentou o golo e aos 34 minutos disparou de fora de área para defesa apertada do guarda-redes Caio.

Aos 35, a Académica reclamou grande penalidade por alegada falta cometida por Gui Ramos sobre Hugo Almeida, quando o avançado se preparava para atirar à baliza, mas o árbitro portuense Jorge de Sousa mandou jogar.

O Feirense respondeu em contra-ataque e, aos 39, Nsor, isolado, rematou para defesa de Tiago Pereira para canto.

Mesmo a terminar os primeiros 45 minutos, o criativo Chaby lesionou-se e obrigou o treinador da 'briosa' a mexer na equipa, fazendo entrar Chérif.

Na segunda parte, o Feirense obrigou o guarda-redes Tiago Pereira a uma boa defesa para canto, aos 56 minutos, e 10 minutos depois, Ícaro cabeceou com perigo, ao lado da baliza.

A equipa de Santa Maria da Feira chegou ao golo aos 80 minutos, numa jogada que começou numa recuperação de Fábio Espinho, que lançou Feliz, no corredor direito do seu ataque. O extremo cruzou para a área, onde apareceu Fati a empurrar para a baliza 'a meias' com Silvério.

Aos 85 minutos, os jogadores da Académica voltaram a reclamar uma grande penalidade, novamente sobre Hugo Almeida, mas Jorge de Sousa nada assinalou.

Aos 90+4, no último minuto de compensação, João Mendes foi tocado na área por Christian e o árbitro assinalou o castigo máximo, que Zé Castro converteu, naquele que foi o último lance da partida.

Jogo no Estádio Cidade de Coimbra.

Académica - Feirense, 1-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, Fati, 80 minutos.

1-1, Zé Castro, 90+4 (grande penalidade).

Equipas:

- Académica: Tiago Pereira, Mike, Arghus (Silvério, 77), Zé Castro, Mauro Cerqueira, Dias, Marcos Gomes, Barnes Osei (Dani, 69), João Mendes, Chaby (Chérif, 45+1) e Hugo Almeida.

(Suplentes: Mika, Silvério, Romário, Matheus Mancini, Dani, Mantilla e Chérif).

Treinador: César Peixoto.

- Feirense: Caio, Edson Farias, Ícaro Silva, Ricardo (Gui Ramos, 25), Ruca, Cris, Cristhian, Feliz, Fábio Espinho, Fati (Elves, 88) e Nsor (Boupendza, 65)).

(Suplentes: Brígido, Ramires, Boupendza, Vítor Silva, Zé Ricardo, Gui Ramos e Elves).

Treinador: Filipe Martins.

Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Mauro Cerqueira (45), Fábio Espinho (45+1), Edson Farias (45+4), Dias (51), Gui Ramos (70), Christhian (75) e Marcos Gomes (76).

Assistência: 3.246 espectadores.