Majid Pishyar acusa Omar Scafuro de burlão

Majid Pishyar acusa Omar Scafuro de burlão

Antigo presidente da SAD acusa o seu sucessor de burla e avisa que "está a vender de forma ilegal as ações da sociedade e vai desaparecer com os fundos".

O ex-presidente da SAD do Beira-Mar, Majid Pishyar, acusou esta sexta-feira o atual, Omar Scafuro, de o ter burlado e de estar a tentar vender ilegalmente as ações da sociedade gestora do futebol profissional do clube.

"Omar Scafuro está agora a tentar vender 84,9 por cento das ações da SAD, das quais não é dono, a terceiros, e dada a sua longa história como burlão, irá desaparecer com os fundos", escreveu Majid Pishyar, em comunicado que fez chegar à agência Lusa.

O ex-presidente do Conselho de Administração da SAD do Beira-Mar revela ter negociado e acordado em dezembro de 2013 um contrato com Omar Scafuro, ficando definido um preço para a compra e venda de 84,9 por cento das ações daquela sociedade e um mecanismo para a transferência e pagamento dessas ações.

"Mentiu, não pagou, forjou documentos do Banco Popular de Espanha para fazer o vendedor acreditar que tinha transferido o dinheiro do pagamento. Forjou, ainda, um patrocínio entre o Beira-Mar e a empresa Pieralisi, que veio formalmente dizer não ter nada a ver com a compra de ações da SC Beira-Mar Futebol SAD nem com nenhum contrato de patrocínio, além de informar que o mesmo saiu da empresa em fevereiro de 2014 por ter praticado atos pouco claros e que estão sob investigação", acusou o empresário iraniano.

Majid Pishyair considera que continua a ser o único proprietário legal das 84,9 por cento das ações da SAD do Beira-Mar até à data, uma vez que Omar Scafuro "não efetuou os pagamentos", razão pela qual a transferência das ações "não entrou em vigor".

"Neste momento, Omar Scafuro representa ilegalmente a SAD do Beira-Mar", referiu o empresário iraniano, que acusa, ainda, aquele de se ter "proclamado presidente da SAD do Beira-Mar, com a ajuda do advogado Miguel Brandão Azevedo, baseado em falsas declarações e burlas".

Ainda de acordo com o anterior presidente da SAD, Scafuro "arranjou a empresa Equação Troféu para fugir às responsabilidades e encapotar a burla cometida", empresa essa que, "por acaso" tem sede no endereço legal de Miguel Brandão de Azevedo, advogado e administrador, o qual, garante Pishyair, acabou por confirmar, num e-mail que enviou a este, que "também foi enganado" pelo atual presidente da SAD.

"É nosso objetivo informar o público e, em especial, possíveis empresários interessados em comprar as ações da SAD do Beira-Mar, que Omar Scafuro é um burlão, não é proprietário das ações do Beira-Mar e os nossos advogados em Portugal já apresentaram queixa-crime contra estas pessoas", rematou Majid Pishyair, intitulando-se proprietário legal de 84,9 por cento das ações da SAD do Beira-Mar.