Onze do Vitória de Setúbal tem algo que mais nenhum outro tem

Onze do Vitória de Setúbal tem algo que mais nenhum outro tem
Miguel Nunes Azevedo

Tópicos

O V. Setúbal é a equipa que joga com mais portugueses, com apenas dois estrangeiros entre os titulares dos últimos encontros. Jogadores lusos já dominavam na época passada.

Com nove portugueses no onze inicial das primeiras três jornadas do campeonato, o V. Setúbal é a equipa "mais nacional" em prova. A aposta em jogadores lusos tem sido recorrente nos últimos anos e culminou com o registo obtido neste arranque da I Liga.

Mano, Nuno Reis, Vasco Fernandes, Nuno Pinto, José Semedo, Costinha, Rúben Micael e Zequinha foram titulares nos três primeiros encontros, bem como os guarda-redes Cristiano e Joel Pereira. A estes juntam-se Alex Freitas, André Pedrosa, Hildeberto Pereira e André Sousa, que somaram minutos na condição de suplentes utilizados. Olhando para os estrangeiros, só quatro já alinharam pelo emblema setubalense: o venezuelano Cádiz, o guineense Mendy e os brasileiros Éber Bessa e Allef.

O clube que mais se aproxima deste registo é o Tondela, que no domingo entrou em campo com oito portugueses. Ainda assim, olhando para o somatório das três partidas, nenhuma equipa da I Liga se aproxima dos sadinos. O grande número de portugueses não é surpresa em Setúbal, uma vez que já na temporada passada a turma do Sado se destacou neste capítulo. Para isto muito contribuíram as apostas nos escalões inferiores e na formação, onde os sadinos têm investido nos últimos anos.