Erro grosseiro reduz eleições do V. Setúbal a um candidato

Erro grosseiro reduz eleições do V. Setúbal a um candidato

De acordo com o dirigente, a lista de Vítor Hugo Valente continha "um erro grosseiro"

A lista liderada por Vítor Hugo Valente foi excluída das eleições à presidência do Vitória de Setúbal por "erro grosseiro", anunciou o presidente da Mesa da Assembleia-Geral do clube sadino.

Fernando Cardoso Ferreira revelou, em conferência de imprensa, que apenas a lista apresentada por António Santos vai concorrer ao ato eleitoral marcado para 21 de dezembro.

De acordo com o dirigente, a lista de Vítor Hugo Valente continha "um erro grosseiro", uma vez que apresentava como candidato a diretor Luís Jacob, que consta como sócio empresa e não como sócio individual, o que de acordo com os regulamentos sadinos é impeditivo da lista participar no ato eleitoral.

Vítor Hugo Valente e António Santos, que no mês de março tinham sido derrotados pelo presidente demissionário sadino Fernando Oliveira, foram os únicos a apresentar listas candidatas à presidência da direção do Vitória de Setúbal, em ato eleitoral que está agendado para 21 de dezembro, mas, com a exclusão do primeiro, apenas António Santos concorre ao mesmo.