"Correções são de pormenor, as questões de fundo foram aprovadas"

"Correções são de pormenor, as questões de fundo foram aprovadas"
Redação com Lusa

Tópicos

Em declarações à agência Lusa, fonte do Vitória de Setúbal mostrou-se confiante de que o Estádio do Bonfim será aprovado.

O Vitória de Setúbal acredita ter condições para fazer as correções necessárias para a Direção-Geral da Saúde (DGS) aprovar o estádio do Bonfim na próxima vistoria, disse à Lusa fonte oficial do clube.

"As correções são de pormenor e estão relacionadas com sinaléticas e identificação de acessos. O relatório indica que as questões de fundo foram aprovadas. Ou seja, acessos e espaços, algo que seria sempre mais difícil de alterar em tempo útil, foram aprovados, por isso, estamos confiantes de que vamos jogar no Bonfim. Vamos resolver tudo hoje e enviar à DGS", vincou a mesma fonte do emblema sadino.

A convicção foi transmitida depois de a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) terem esta quarta-feira informado sobre o resultado das visitas realizadas pelas autoridades regionais de saúde.

O estádio do Bonfim, juntamente com os recintos do Paços de Ferreira, Gil Vicente, Desportivo das Aves, do Boavista e do Rio Ave, foram indicados pela DGS como tendo "um conjunto de correções de que terão de ser alvo para que possam ser novamente vistoriados pelas autoridades de saúde".

Por outro lado, o Estádio da Luz (Benfica), Estádio do Dragão (FC Porto), Estádio José Alvalade (Sporting), Estádio D. Afonso Henriques (Vitória de Guimarães), Estádio João Cardoso (Tondela), Estádio do Marítimo, Estádio Municipal de Braga, o Portimão Estádio e a Cidade do Futebol (FPF) foram aprovados pela DGS para receberem jogos de imediato.