Vitória não acionou a cláusula e o mais recente herói está livre no mercado

Vitória não acionou a cláusula e o mais recente herói está livre no mercado

Melhor marcador da equipa B, João Pedro ofereceu os três pontos ao conjunto de Ivo Vieira com um cabeceamento certeiro. Extensão do contrato não foi revista em dezembro.

O triunfo do Vitória frente ao Santa Clara teve um herói improvável. Requisitado à equipa B para ocupar a vaga do lesionado Bruno Duarte, João Pedro saltou do banco e, já nos descontos, marcou de cabeça após assistência de Davidson, também ele lançado no decorrer do jogo.

Autor de 11 remates certeiros esta temporada, dois deles na equipa principal, o ponta de lança confirmou os dotes de cabeceador, tendo apontado frente ao Santa Clara o quarto golo através de lances aéreos. Numa altura em que Ivo Vieira apontou a necessidade de ter um elemento forte no jogo de cabeça, o goleador da equipa B está em vias de se tornar um jogador livre.

Contratado ao Trofense no início desta temporada, João Pedro assinou um vínculo de um ano e com mais dois de opção. No entanto, a cláusula para o clube acionar essa extensão contratual expirou em 31 de dezembro, pelo que, a manter-se esta situação, o ponta de lança terminará a ligação ao Vitória em junho. "A cláusula não foi acionada. O João Pedro vai ficar livre, mas tem qualidade para ser uma aposta séria. Ele fez uma boa pré-época, foi utilizado no início e depois baixou à equipa B", afirmou Gil Silva, pai de João Pedro e antigo ponta de lança de equipas como o V. Setúbal, Penafiel, Académico Viseu, Leixões e Santa Clara. Curiosamente, João Pedro já tinha marcado um golo nos descontos ao Santa Clara, quando estava no Gil Vicente. "Ele disse-me que estava confiante", revelou o pai.