"Vitória-FC Porto? Não vencemos não só por culpa própria, mas também"

"Vitória-FC Porto? Não vencemos não só por culpa própria, mas também"

Miguel Pinto Lisboa, presidente do Vitória de Guimarães, falou aos jornalistas no final da partida frente ao FC Porto, a contar para as meias-finais da Taçada Liga, que os dragões venceram por 2-1.

Análise: "O Vitória fez um grande jogo, diante de um adversário que também fez um grande jogo. A meu, entender, o Vitória teve superioridade em grandes períodos e podia ter saído daqui vencedor, que era o que merecia. Não conseguimos, mas estamos satisfeitos com a nossa atitude, faz parte do crescimento deste plantel apresentarmo-nos em diversos estádios com equipas do nível do FC Porto, do Eintracht ou do Arsenal e disputar o jogo taco a taco e com o objetivo de vencer. Hoje não conseguimos não só por culpa própria, mas também. Estamos em crescimento, confiamos no nosso trabalho e estas derrotas fazem parte do processo".

Perderam não só por culpa própria, refere-se ao árbitro? "A análise da arbitragem cabe aos especialistas, quando o fazemos somos sempre atacados. Há diversos lances que podem ser discutíveis, não os vou comentar, porque não é essa a minha função. Posso estar em desacordo com alguns deles, mas aceitar. Estou essencialmente satisfeito com a atuação dos meus atletas e da minha equipa técnica. Quero transmitir essa confiança e dar uma palavra de apreço ao adeptos. Tudo fizemos para vencer e a nossa image sai daqui enaltecida. Os erros todos cometemos, nós também".