"Seria estranho não poder terminar o campeonato"

"Seria estranho não poder terminar o campeonato"

Venâncio, defesa-central do Vitória, aconselha a realização de uma mini pré-época se a competição for retomada. Nesta altura, a prioridade é a saúde pública, a família e os treinos de cardio

Treinos em casa: "Estamos todos a viver uma situação inédita e temos que nos adaptar às circunstâncias, mantendo o foco e o profissionalismo, isto enquanto esperamos por uma decisão sobre o regresso à atividade normal".

Convívio no trabalho: "Treinamos todos juntos com o recurso ao zoom [videoconferência] e vamos brincando uns com os outros. O clube tem feito um esforço para nos dar ferramentas e equipamento necessário. Nesta fase, a parte essencial do treino é o cardio. O que nos falta, claro, é o contacto com a relva e o campo".

Notícias: "Tento acompanhar quanto baste o que se está a passar, mas sem ser algo muito exagerado, porque mentalmente é desgastante estar sempre a ouvir notícias tristes. Queremos todos dar a volta a esta situação e, mais cedo ou mais cedo, vamos conseguir. Tento desligar-me um pouco dessa realidade, para passar mais tempo com o meu filho, a família, o cão".

Verdade desportiva do campeonato: "Estamos a viver uma situação complicada e a prioridade é a saúde pública. Estamos todos na expectativa sobre o que vai acontecer. Queremos terminar o campeonato e saber se cumprimos os objetivos propostos. Não poder terminar o campeonato seria algo estranho. Se a verdade desportiva pode ser beliscada? Não sei, tudo isto é novo e não há exemplos no passado de algo igual. Cabe aos líderes tomar as melhores decisões, que terão de ser depois respeitadas por todos".

Jogar de três em três dias: "Se o campeonato for retomado terá de haver um período de adaptação, uma mini pré-época, porque treinar em casa não é a mesma coisa do que estar no campo. Não digo que seja uma vantagem para nós jogar de três em três dias, embora já o tenhamos feito esta época devido à participação na Liga Europa; se for essa a opção, estaremos um bocadinho mais habituados. De qualquer forma, os jogos serão muito difíceis e os pontos serão caros".

Análise ao rendimento individual: "Se a comparação for com a época passada, claro que está a ser melhor para mim. Cumpri o objetivo de jogar na Liga Europa. Ficaria ainda mais satisfeito se houvesse um novo apuramento para as competições europeias".