Pepa após o Vitória-Benfica: "Cometemos erros que não se admitem"

Pepa após o Vitória-Benfica: "Cometemos erros que não se admitem"

Declarações de Pepa, treinador do V. Guimarães, após a derrota na receção ao Benfica (1-3) este sábado, em jogo a contar pela 7.ª jornada da Liga Bwin.

Análise: "Fica marcada pela primeira parte. Estranhamente aconteceu o que aconteceu. Não fomos iguais a nós mesmos na primeira parte, com bola sem bola... Não administrámos o jogo e quando isso acontece, as linhas de passe pura e simplesmente desaparecem. Cometemos erros também gritantes. Agora, o que fica deste jogo é a capacidade. Eu sei que é duro perder como perdemos, 3-1, é verdade, mas fica a capacidade de ir no intervalo a perder 2-0, completamente para baixo e aí mérito do Benfica que esteve muito bem".

Muitos erros: "Quando cometemos esse tipo de erro não facilita nada. Cometemos erros que não se admitem. E depois temos dois caminhos, ter a personalidade para entrar no jogo e perceber que dos 45 para trás não se podia fazer nada, mas poderíamos fazer na segunda parte. E aí fizemos tudo e fomos iguais a nós próprios, com qualidade e personalidade. Foi ingrato o que aconteceu na segunda parte. Desde o primeiro minuto , com mais oportunidades de golos, muito mais intensos, agressivos. Ou seja, nada que me surpreenda. O que surpreendeu a mim e a todos foi a primeira parte. Mas a segunda foi completamente diferente".

Segunda parte: "Até estávamos por cima, a criar oportunidades, não só ter a bola, e sofremos o 3-0. Mesmo aí poderíamos ter ido abaixo, mas não fomos. Seguimos à procura do golo, tivemos o 3-1, tivemos oportunidades, mas a história do jogo sinceramente resume-se muito a isso: pouca capacidade na primeira parte e uma segunda igual a nós próprios. A primeira parte foi muito má e a segunda foi boa".

Reflexo do último jogo: "Não, penso que não tem nada a ver com isso [último jogo]. Tem a ver com a incapacidade que tivemos na primeira parte. Pergunto: é mais fácil entrarmos iguais a nós próprios com o resultado 0-0 e ir atrás da vitória ou entrar na segunda parte quando já estamos a perder 2-0 e correr tudo mal? É sinónimo de capacidade, personalidade caráter e qualidade. Estranhamente aconteceu o que aconteceu na primeira. Podíamos estar a perder na primeira, mas não fomos iguais a nós mesmos. Sem tirar mérito ao Benfica, que foi muito superior na primeira, mas temos que olhar para nós e perceber... Há muita qualidade do outro lado, mas não fomos iguais a nós próprios e isso paga-se muito caro".

Sete pontos em sete jornadas: "A partir de agora é a como primeira jornada: O nosso intuito é nunca nos desviarmos do processo. E minimizar ao máximo alguns erros que temos cometido porque poderíamos ter muito mais pontos. Mas isso está para trás e não podemos fazer nada. E hoje na primeira parte não fizemos e acontece o que aconteceu"