Oviedo segue os passos de Óscar Estupiñán e não está sozinho

Oviedo segue os passos de Óscar Estupiñán e não está sozinho

O interesse do clube espanhol no ponta de lança colombiano, ausente na abertura do campeonato devido a lesão, é conhecido da SAD, mas, recentemente, não houve abordagem.

Oviedo e Óscar Estupiñán não é uma associação de nomes nova para a SAD do Vitória de Guimarães, que na ressaca da derrota caseira com o Portimonense, na jornada de abertura do campeonato, foi confrontada com notícias de Espanha a dar conta do interesse daquele clube das Astúrias no ponta de lança colombiano, 24 anos.

Actualmente no segundo escalão, o Oviedo segue o jogador há já algum tempo e já houve abordagem da SAD , porém, não recentemente. Com o mercado de transferências ainda longe de encerrar, o Oviedo nem sequer está sozinho na atenção que dedica a Óscar Estupiñán, que ainda há poucos dias foi colocado na rota do campeonato da Turquia, alvo do Kayserispor.

À margem de quaisquer movimentações do mercado, no imediato, a prioridade é recuperar o avançado da lesão muscular na coxa esquerda que o impediu de defrontar o Portimonense, anteontem, na ronda de abertura do campeonato. A equipa perdeu (1-0) e a ausência de Estupiñán no onze (Bruno Duarte, que marcara nos dois jogos da Taça da Liga, foi o titular) ou, sequer, no banco de suplentes foi uma surpresa e um problema para o treinador, uma vez que a falta de eficácia no último terço acabou por ser determinante neste resultado frustrante, no dia em que os adeptos voltaram às bancadas do D. Afonso Henriques.

Pepa lamentou o "desperdiçar de oportunidades", sobretudo, no segundo tempo, um problema que terá de resolver, no Estoril, ainda sem o colombiano, que não recupera a tempo da segunda jornada, marcada para sexta-feira, na Amoreira.