João Carlos Teixeira na época de todos os recordes... e ainda vamos a meio

João Carlos Teixeira na época de todos os recordes... e ainda vamos a meio
Tomaz Andrade

Tópicos

O campeonato ainda vai a meio, mas o médio já bateu as marcas de golos, assistências e número de jogos realizados em Portugal.

Aos 27 anos, João Carlos Teixeira está a viver a melhor fase da carreira no Vitória. A confirmação é dada pelos números, todos eles imbatíveis em relação às temporadas anteriores realizadas em Portugal, ao serviço do FC Porto e do Braga e também relativamente ao primeiro ano em Guimarães, sob o comando de Luís Castro. Com Ivo Vieira, o médio está a ter uma utilização muito superior ao que era habitual e a revelar uma capacidade concretizadora digna de registo.

Em Famalicão, João Carlos Teixeira bisou e aumentou para seis o número de golos marcados nesta temporada. Ora, se este já é de longe o melhor registo do jogador em clubes portugueses (suplantou um remate certeiro conseguido com o Braga, em 2017/18; no FC Porto não marcou), se se olhar também para a parte da carreira feita em Inglaterra, ao serviço do Liverpool (equipa principal e sub-23), Brighton Albion e Brentford, a marca goleadora também é a melhor (cinco golos nas épocas 2014/15, com o Brighton, e 2013/14, com os sub-23 dos reds).

O estilo ofensivo preconizado por Ivo Vieira favorece o jogo do camisola 10, que tem brilhado igualmente nas assistências. Esta época soma três, naquela que também é a sua melhor marca obtida em Portugal (fez duas com o Braga), para lá de igualar os números com a camisola do Brighton. Convém realçar que com 14 jornadas para realizar, João Carlos Teixeira vai em 1352 minutos de utilização, bem superior aos registos das épocas anteriores. Com Luís Castro, o médio fez 701 minutos (não marcou golos, nem assinou assistências), no Braga esteve 1135 minutos em campo e no FC Porto não ultrapassou os 166". O desafio que o médio tem agora pela frente até ao fim do campeonato passa por ultrapassar a fasquia dos 2327 minutos, o seu máximo na carreira, obtido no Championship em 2014/15, ao serviço do Brighton Albion.