Ivo Vieira e o Santa Clara-V. Guimarães: "Sem sal? Pode ser muito vantajoso..."

Ivo Vieira e o Santa Clara-V. Guimarães: "Sem sal? Pode ser muito vantajoso..."
Redação com Lusa

Tópicos

"Temos de dignificar a instituição que representamos", afirmou o treinador dos vimaranenses.

O treinador Ivo Vieira afirmou esta quarta-feira querer "dignificar" o Vitória de Guimarães na sua despedida, frente ao Santa Clara, na sexta-feira, em jogo da 34.ª e última jornada da I Liga, mesmo sem objetivos em disputa.

No domingo, após o triunfo sobre o Marítimo (1-0), para a 33.ª ronda, o técnico, de 44 anos, confirmou estar de saída do clube vimaranense, mas prometeu que os seus jogadores vão tentar "ganhar" aos açorianos, mesmo faltando algum sal ao desafio, em virtude da impossibilidade de irem além da sétima posição no campeonato e de consumarem o apuramento para a Liga Europa.

"Se olharmos para a questão da saúde, pode ser muito vantajoso comermos sem sal. Sou apologista disso. Agora, quando se leva isso para o jogo, era muito mais motivante e gratificante lutar por um objetivo. Não é o caso, mas temos de dignificar a instituição que representamos. É sempre melhor, em qualquer circunstância, ganhar. Vamos tentar isso mais uma vez", afirmou, na videoconferência de antevisão ao jogo marcado para as 19h00.

O timoneiro vitoriano reconheceu, por isso, que a turma minhota está a preparar o encontro de "forma natural", mas sem "a responsabilidade ou compromisso de ter de lutar por um objetivo", razão pela qual tem "libertado um pouco mais os jogadores", ao fim de uma época que oficialmente começou há um ano, em 25 de julho de 2019, no Luxemburgo, com o triunfo sobre a Jeunesse Esch (1-0), na qualificação para a Liga Europa.

O Vitória de Guimarães vai encontrar um Santa Clara que, tendo a Cidade do Futebol, em Oeiras, como casa emprestada após a retoma competitiva, ocupa o 10.º lugar, com 42 pontos, e já garantiu a manutenção na I Liga.

Por isso, Ivo Vieira admitiu que a intensidade do jogo poderá ser menor do que a habitual.

"Temos de ir a jogo para desfrutar do mesmo e para conseguirmos um bom resultado, entre boas equipas quase despreocupadas no momento. O Santa Clara vai tentar chegar mais acima na tabela. Pode proporcionar-se um jogo com golos e com qualidade, mas, pela fase da época, sem os objetivos vincados para conseguirmos, o jogo poderá não ter a intensidade que pretendemos", anteviu.

Ivo Vieira reiterou ainda que a temporada vivida em Guimarães possibilitou o seu crescimento como treinador e como homem, disse encarar a saída de "forma natural", após ter falhado "alguns objetivos" e agradeceu o apoio que sentiu por parte dos adeptos do clube minhoto.

"Foi uma satisfação enorme ter feito uma época tão longa ao serviço do Vitória. Sinto que cresci muito e que sou melhor homem. Deixo um agradecimento muito grande aos vitorianos, porque senti que uma grande percentagem da cidade [me apoiou]. Ainda hoje sou solicitado para partilhar e conviver com as pessoas. A todos os vimaranenses, deixo um obrigado. Temos de separar os resultados das pessoas. Sempre fui bem tratado e bem recebido", disse.

Sem desvendar qual o próximo passo na carreira, o treinador natural de Machico, na ilha da Madeira, assumiu que vai aproveitar os dias que se seguem ao último jogo pelo Vitória de Guimarães para "estar perto da família" e para "descansar".

O Vitória de Guimarães, sétimo classificado da I Liga com 49 pontos, visita o Santa Clara, 10.º com 42, em jogo da 34.ª e última jornada, agendado para sexta-feira, às 19h00, na Cidade do Futebol, em Oeiras, sob arbitragem de João Bento, da associação de Santarém.