Luís Castro: "É natural ninguém estar satisfeito connosco"

Luís Castro: "É natural ninguém estar satisfeito connosco"

O V. Guimarães sofreu a segunda derrota consecutiva (primeiro com o Rio Ave e agora com o Aves) e o treinador, Luís Castro, sentiu na pele a fúria das bancadas

Instabilidade: "Defendemos e atacámos mal, sofremos um golo cedo e ficámos instáveis. Nunca tivemos o controlo do jogo, não basta ter posse de bola, é preciso ter oportunidades. Tivemos inúmeros erros, passes falhados, instabilidade... O golo muito cedo do Aves atirou-nos para níveis de concentração muito baixos."

Contestação: "A equipa técnica e os jogadores temos de entender os adeptos. Não conseguimos fazer o que queríamos e é obvio que a insatisfação aumente. É natural ninguém estar satisfeito connosco hoje."

Quinto lugar: "Tudo é possível, para o quinto lugar é preciso coragem. Nesta altura olhamos para as coisas desconfiados. Hoje é um dia duro, não esperávamos isto, mas o futebol é assim mesmo. Vamos precisar de um grupo muito determinado e de apoio muito forte. A luta é dura mas é possível."