Premium Junior Tallo sem perdão em Guimarães e com despedimento à vista

Junior Tallo sem perdão em Guimarães e com despedimento à vista

Ao segundo caso de indisciplina, o Vitória perdeu a paciência com Junior Tallo, em risco de ser despedido por justa causa quando ainda tem mais um ano e meio de contrato para cumprir.

O processo disciplinar instaurado a Junior Tallo pode terminar com despedimento por justa causa. É este o desfecho que o Vitória pretende para o caso, não só pelo desrespeito manifestado pelo internacional da Costa do Marfim, especialmente em relação ao grupo de trabalho, mas também para deixar bem marcada a posição do clube em matéria disciplinar e cumprimento das regras internas. Antes do jogo com o Sporting, que se realizou no dia 23 de dezembro, Tallo faltou a um treino sem apresentar qualquer justificação e partiu para a Costa do Marfim, onde se mantém, de resto, até agora.

Mal ocorreu o episódio, o Vitória abriu um processo disciplinar ao ponta de lança e, depois de reunida a argumentação e documentação, notificou-o com a nota de culpa correspondente, onde surge destacada a intenção de despedi-lo com justa causa. A partir da altura em que Tallo foi notificado, o que ocorreu recentemente, ficou com dez dias para apresentar a defesa. Só depois de esse passo ficar concluído é que o processo poderá avançar, ou seja, a conclusão do caso ainda vai demorar mais algum tempo.