José Boto confirma convite, mas não pensa sair do Shakhtar

José Boto confirma convite, mas não pensa sair do Shakhtar

Responsável pelo "scouting" do clube ucraniano é desejado pelo candidato António Miguel Cardoso para ser diretor desportivo do Vitória

José Boto, responsável pelo "scouting" do Shakhtar e conselheiro do presidente na política desportiva, é o alvo de António Miguel Cardoso para assumir o cargo de diretor desportivo do Vitória, caso o candidato da Lista A vença as eleições. Contactado por O JOGO, José Boto diz sentir-se prestigiado com o convite, embora considere que, nesta altura, é complicado abandonar o projeto do clube ucraniano.

"É verdade que António Miguel Cardoso me contactou e tentou convencer-me a ir para o Vitória. Mas eu tenho contrato com o Shakhtar, tenho uma cláusula no valor de meio milhão de euros, e este projeto preenche-me. Não me passa pela cabeça sair. Não me parece viável, mas também digo que é um convite prestigiante e considero que o Vitória tem uma margem enorme de crescimento. Se for pelo caminho certo, o Vitória pode crescer e ultrapassar o Braga", disse o ex-responsável pelo "scouting" do Benfica.