Ivo Vieira: "Senti que todo o mundo queria fazer o gosto ao pé"

Ivo Vieira: "Senti que todo o mundo queria fazer o gosto ao pé"

Ivo Vieira comentou a goleada por 6-0 frente ao Ventspils, encontro da segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa.

Marca: "É apenas uma passagem temos de estar focados agora no próximo jogo. Não procuro recordes, procuro que a equipa seja melhor, ataque muito e seja competitiva. Sinónimo disso é o número de golos marcados. Os adversários que tivemos eram acessíveis em termos de dimensão em relação ao Vitória, mas teve de haver muita seriedade, muito trabalho, muita competência dos jogadores. De forma muito meritória deve-se aos jogadores este comportamento e este resultado. Bem conseguido o resultado, mas podíamos ter sido melhores na qualidade e em alguma organização defensiva, porque permitimos algumas situações ao adversário que não devemos, porque podemos ser feridos nesses momentos do jogo. Nos últimos 15 minutos estávamos a atacar com laterais, com médios quase de uma forma desalmada, senti que todo o mundo queria fazer o gosto ao pé. O futebol precisa de mais consciência e equilíbrio."

Mesmo onze: "Pela carga de jogos podemos fazer algumas alterações, temos jogadores muito competitivos e de um nível semelhante, mas com uma distância de praticamente uma semana, num microciclo normal de Liga Europa para Liga Europa, havia espaço para repetir o onze e ganhar mais rotinas. Mas todos sabem que isto não é sinal de titularidade ganha."