Mancini não quer perder Ibrahima Bamba, médio do V. Guimarães

FLORENCE, ITALY - MAY 24: Head coach Italy Roberto Mancini reacts during a Italy training session at Centro Tecnico Federale di Coverciano on May 24, 2022 in Florence, Italy. (Photo by Claudio Villa/Getty Images)

 foto Reprodução/ Site Federação Italiana de Futebol

O médio esteve três dias a treinar com o selecionador italiano e faz parte do projeto "Interesse Nacional", que tem como objetivo descobrir talentos para a squadra azzurra. O selecionador italiano esteve particularmente atento a Ibrahima Bamba, até porque está consciente que o médio do V. Guimarães pode optar por representar a seleção da Costa do Marfim.

Ibrahima Bamba está a viver um final de época de sonho. Depois de terminar o campeonato como titular do V. Guimarães, o médio de 20 anos foi chamado pelo selecionador italiano Roberto Mancini para três dias de observação, tendo concluído esse período com sucesso. O responsável máximo pela squadra azzurra gostou do que viu e espera voltar a observar o médio dentro de pouco tempo.

Bamba fez parte de um lote de 53 jogadores que estiveram a treinar em Coverciano, Florença, no centro técnico da federação italiana. O médio integra o projeto denominado "Interesse Nacional", que tem como objetivo seguir de perto alguns jovens talentos. No caso de Ibrahima Bamba, Mancini quer apressar as observações e até chamá-lo para algum jogo particular, evitando, dessa forma, que o jogador opte por representar a Costa do Marfim.

Natural daquele país africano, o centrocampista tem passaporte italiano, tendo até iniciado a curta carreira em 2015, em Itália, nos sub-16 do Pro Vercelli.

Ontem, em conferência de Imprensa, Roberto Mancini abordou a chamada dos 53 jogadores para o estágio de três dias, dando nota positiva à experiência. "Vimos mais de 50 jogadores que têm um grande futuro. Esperamos que eles tenham a oportunidade de jogar pela seleção italiana. Temos a oportunidade de treiná-los e avaliá-los ainda melhor, de modo a encurtar o tempo desses jovens que têm grandes qualidades", explicou o selecionador, para quem estas sinergias entre a federação italiana e os clubes deve ter continuidade. "Quando eu era criança, estávamos aqui, pelo menos, uma vez por mês. Acredito que isso pode ser feito de novo."

Treinou e assinou logo

Ibrahima Bamba chegou a Guimarães em 2020, tendo sido aconselhado pelo empresário que o representa, o francês Emmanuel Sebastien Garçon, a Carlos Freitas. Referenciado pelo departamento de scouting chefiado pelo antigo dirigente, foi contratado de imediato depois de ter estado à experiência nos sub-23.