Norton de Matos: "Temos uma semana para libertar a pressão"

Norton de Matos: "Temos uma semana para libertar a pressão"

Para Luís Norton de Matos, treinador do União da Madeira, o empate frente ao Boavista teria sido mais justo tendo em conta os 90 minutos. O técnico está confiante na manutenção.

"Foi um jogo sem grandes oportunidades de golo, com um bocadinho de estudo mútuo, uma supremacia do Boavista na posse de bola e no controlo do jogo", comentou, considerando que, na segunda parte, foi do União da Madeira o domínio, não resultando no empate só porque "Mika foi decisivo".

"Nesta competição, a equipa que, como o União, vem à procura de pontos pode ser dominada pela ansiedade, mas equipa até correspondeu bem. Fez um campeonato todo sem nunca ter caído na zona de descida e estou convencido e tranquilo em relação à preparação do próximo jogo, em casa, e que o União conseguirá a sua manutenção no jogo com o Rio Ave", afirmou

" Temos uma semana para tentar libertar ao máximo a pressão. O estado emocional é muito importante nos jogadores e nesse aspeto estou tranquilo relativamente àquilo que temos feito ao longo desta época. Um ponto pode bastar ou não, mas com o Rio Ave vamos jogar para ganhar. Não podemos estar aqui com o travão de mão a pensar que o empate bom", acrescentou.