Pako Ayesterán após Tondela-FC Porto: "Com 11 não é fácil, com 10 é muito mais difícil"

Pako Ayesterán após Tondela-FC Porto: "Com 11 não é fácil, com 10 é muito mais difícil"

Declarações de Pako Ayesterán após Tondela-FC Porto (1-3) na nona jornada da Liga Bwin

Análise e impacto da expulsão: "Com 11 não é fácil, com 10 é muito mais difícil. Entrámos bem, tínhamos claro que não queríamos que acontecesse o que nos aconteceu no ano passado, quando não o FC Porto não nos deixou sair do nosso meio-campo. A ideia era sermos nós a apertar e a pressionar alto. Não estávamos a fazer isso mal, tudo mudou com a expulsão, mas já tínhamos errado no primeiro golo. Se o FC Porto é forte, é na pressão, não tínhamos de jogar pelo meio, cometemos esse erro no primeiro golo e na expulsão. Não era jogo para jogar a sair desde trás."

Resistência com 1-2: "Com o segundo golo, tentámos ficar no jogo, mas estava a ver que era difícil, o mais provavel era 3-1 ou 4-1. Quando íamos fazer as substituições, para tentar algo mais, sofremos o terceiro. Não era fácil para quem entrou."

Mexidas tardias: "Estávamos a defender bem, em alguma ocasião, numa transição, poderíamos marcar. Por isso não mexi mais cedo."

Reação: "A equipa teve intensidade, compromisso, determinação. O caminho é longo e o próximo jogo é para preparar bem, o luto dura 24 horas, não mais. Amanhã é para vir de sorriso no rosto para trabalhar."