"Não foi fácil, é daqueles em que podias ter perdido um pouco a cabeça"

"Não foi fácil, é daqueles em que podias ter perdido um pouco a cabeça"

Natxo González, treinador do Tondela, dá mérito ao Vitória de Guimarães no jogo da sexta jornada da I Liga

Adversário superior: "Tivemos pela frente uma equipa superior, como se viu. No primeiro tempo foi difícil dar a volta ao marcador e é um pouco a leitura geral da partida Quem sabe não estejamos preparados para jogar um frente a frente com um rival com estas características, que pressiona muito bem, é mais intenso, creio que nos falta ajustar para sermos mais intensos."

Erros coletivos: "Faltou conexão no início da jogada, a fase de criação, creio que [o erro] não foi unicamente defensivo, foi um todo. Temos de melhorar a saída de bola e tentar evitar essas perdas. Eles [Vitória de Guimarães] provocaram muito bem essas perdas, é uma equipa muito poderosa. Não [falamos de erros individuais]. Falamos sempre da equipa, é sempre à custa da equipa, não gosto da responsabilidade de jogadores. Quando ganhamos, ganhamos todos, quando perdemos, perdemos todos."

Tristeza e agradecimento: "É uma lástima, porque tínhamos muita ambição neste jogo e muito obrigado a quem nunca deixa de nos apoiar. Fizemos um segundo tempo interessante, não foi fácil depois de um marcador tão adverso, é daqueles em que podias ter perdido um pouco a cabeça a nível emocional, mas crescemos no segundo tempo e isso para mim, treinador, é importante."