"Maior parte das equipas que estão em baixo, são melhores de que os pontos que têm"

"Maior parte das equipas que estão em baixo, são melhores de que os pontos que têm"
Redação com Lusa

Tópicos

Pako Ayestarán disse que a época "ainda está muito no início" e "há muita igualdade" entre as equipas, considerando que "muitas equipas que, neste momento, estão no fundo da tabela, seguramente, em poucas semanas não vão estar".

O treinador do Tondela, Pako Ayestarán, disse que a sua equipa continua com "fome" de vencer e é esse foco que leva para o jogo da oitava jornada da I Liga de futebol, frente ao Belenenses.

"A equipa não perdeu a motivação nem a vontade, nem a sua fome desde que iniciou a época, independentemente do resultado, e isso é positivo", assumiu Pako Ayestarán que disse que a sua formação teve "sempre capacidade de luta, em todos os jogos".

Em conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Belenenses, domingo, pelas 15:30, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, o técnico espanhol disse que, independentemente do último resultado ter sido positivo, a sua equipa "não pode nunca ser atacada por falta de luta".

"Eu estava seguro de que os resultados iam chegar, porque os via treinar no dia a dia e a treinar com a mesma intensidade e motivação ganhando ou perdendo, então isso é sempre algo muito positivo", elogiou.

Pako Ayestarán disse que a época "ainda está muito no início" e "há muita igualdade" entre as equipas, considerando que "muitas equipas que, neste momento, estão no fundo da tabela, seguramente, em poucas semanas não vão estar".

"Todas as equipas estão vivas neste momento e a maior parte das equipas que estão em baixo, são melhores de que os pontos que têm e o Belenenses é um deles", destacou sobre o adversário.

O técnico lembrou os jogos do adversário desde o início da época e destacou que, "das três derrotas que teve, uma foi com o [FC] Porto e a outra com o Sporting" e, neste sentido, disse que "é uma equipa difícil de bater que vai dificultar muito o jogo" ao Tondela.

A vitória no domingo, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, vai depender do rendimento das duas formações no dia e, no seu entender, "a equipa que tiver melhor rendimento está mais perto de ganhar o jogo".

Por parte do Tondela, Paco Ayestarán reconheceu que a equipa está "a tratar de evoluir no dia a dia", uma vez que tem consciência que "os resultados, às vezes, mudam o cenário exterior", mas, para a sua formação, "não muda nada".

"Sabemos que dependemos do nosso foco e atenção no dia a dia, de dar o melhor em cada dia, continuar a sermos competitivos e eu tenho de ser capaz de manter a motivação do plantel", assumiu.

O Tondela, que está na 14.ª posição da tabela classificativa, com seis pontos, vai ao Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, enfrentar o Belenenses, com quatro pontos e na 17.ª posição, num jogo com arbitragem de André Narciso, da associação de Setúbal.