Jaume Grau reforça Tondela e a culpa é de Pepelu

Jaume Grau reforça Tondela e a culpa é de Pepelu
Ana Luísa Magalhães

Tópicos

Jaume Grau indicou Marcos Llorente, companheiro no Real Madrid, como referência

Quando o Tondela bateu à porta de Jaume Grau, Pepelu ajudou o compatriota a tomar uma decisão. "Falei com Pepulu, disse-me que esteve muito confortável aqui, falou muito bem das pessoas, disse que era um clube muito familiar, que recebe bem a todos e isso fez-me dar um passo em frente e vir para aqui", explicou o médio espanhol de 23 anos, em entrevista ao podcast do clube.

Curiosamente, Jaume herdou a camisola 14 de Pepelu, mas as semelhanças ficam por aqui. O jogador formado no Real Madrid fugiu às comparações e mostrou ao que vem. "Somos todos diferentes. Adapto-me ao que o treinador precisar, estou aqui para isso. Gosto de ter a bola e sentir-me protagonista. Gosto de defender, ofereço muito trabalho e capacidade de sacrifício", descreveu Jaume Grau, que indicou Marcos Llorente como referência, foi companheiro na academia do Real e representa agora o Atlético de Madrid.

Ao fim de alguns dias de trabalho, Jaume percebeu que Pepelu tinha razão. "A receção foi muito boa, as pessoas ajudam-me em todas as necessidades", com a garantia de que está "preparado" para a estreia numa primeira liga. "Trabalhei muito para estar aqui."