Pepa: "A nossa primeira parte não foi má, foi horrível"

Pepa: "A nossa primeira parte não foi má, foi horrível"

Pepa admitiu aceitar o resultado, uma vez que os primeiros trinta minutos poderiam ter sido muito penalizadores.

Jogo: "A nossa primeira parte não foi má, foi horrível. Estivemos muito passivos, o Rio Ave estava muito confortável no jogo, ligava por dentro, quando não conseguia voltava atrás e tinha a posse de bola. Vamos analisar, mas, mesmo no decorrer do jogo, percebemos o que estava a acontecer e pode parecer um pouco estranho, mas, às vezes, tirar um ponta de lança quando se está a perder e colocar um médio, pode parecer um pouco de marcha atrás, mas não foi o caso. Identificámos o que estava a acontecer, estávamos a correr mal, errado, e a verdade é que depois da entrada de mais um médio, melhorámos muito".

Resultado: "Aceito o resultado, podia ser muito penalizador aqueles primeiros 30 minutos, estivemos mesmo muito mal, mas houve uma reação muito cabal, muito boa e aqui o grande desafio é que não sejam só 45 minutos, temos de prolongar isto pelo jogo todo. Se fosse fácil já estava resolvido, está identificado, agora temos de resolver esse problema".

Rio Ave: "Nós sabíamos exatamente o que é que o Rio Ave fazia e o que é que vinha fazer aqui e fez, nós é que não conseguimos contrariar a fase de construção do Rio Ave nos primeiros 30 minutos".

Vitórias: "O que é urgente é termos a capacidade e a intensidade e a concentração ao longo dos 90 minutos e, quando isso acontecer, as vitórias vão aparecer com naturalidade. Agora é preciso muito trabalho, muita entrega, muita intensidade e isso não aconteceu nos primeiros 30 minutos."