"Houve outros jogos em que não tivemos tanta sorte"

"Houve outros jogos em que não tivemos tanta sorte"

Pako Ayestarán, treinador do Tondela. abordou o empate em casa do Gil Vicente, em partida da quarta jornada da I Liga

Sobre o jogo: "A justiça faz-se pelos golos. Cada equipa marcou um. Logo o resultado foi justo. Eles [Gil Vicente] tiveram a iniciativa do jogo, criaram-nos muitas dificuldades na primeira parte. Fruto dessas dificuldades, forçaram a expulsão do Baba [Niasse]. No final do primeiro tempo e no início do segundo, já controlámos melhor, não permitindo tantas incursões dos laterais adversários. Conseguimos empatar um jogo muito difícil.

Aposta: "Apostámos em jogadores que poderiam ter mais a bola, mas, depois da expulsão, foi muito difícil [tê-la]. É normal ser difícil construir, jogando com menos um [elemento]. Ainda mais o é contra uma equipa como o Gil Vicente, que nos obriga a bascular muito no terreno. Tivemos dificuldades nas bolas em profundidade."

Acreditar: "Uma equipa e um treinador têm sempre de acreditar na possibilidade de transformar o resultado. Não era impossível e mostrámos que era possível. Houve outros jogos em que não tivemos tanta sorte [como hoje].

Sem triunfos: "Mais do que ganhar, é mais importante olharmos para onde queremos estar. Onde queremos estar será fruto do nosso trabalho, dia após dia, treino após treino".