Cláudio Ramos prestes a bater Rui Patrício: "Hora de deixar de lado o amor ao Tondela"

Cláudio Ramos prestes a bater Rui Patrício: "Hora de deixar de lado o amor ao Tondela"

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Conceição Diogo

Tópicos

Cláudio Ramos, guarda-redes do Tondela, escapa a castigos, lesões ou opções técnicas. É dono do lugar há 85 jogos consecutivos

O novo capitão do Tondela, Cláudio Ramos, é o jogador mais antigo do plantel e prepara-se para bater o recorde de longevidade - 93 jogos seguidos no campeonato - que pertence ao campeão europeu e das Nações, Rui Patrício. O guarda-redes dos beirões e internacional português soma 7650 minutos seguidos, uma campanha iniciada a 15 de abril de 2017, na vitória (2-1) caseira sobre o Rio Ave de Luís Castro.

Contabiliza 28 vitórias, 19 empates e 38 derrotas, e defesas memoráveis como no recente triunfo caseiro sobre o Sporting. São 85 jogos a titular na baliza dos beirões, nunca foi substituído, expulso, nem cumpriu castigo por acumulação de amarelos. Ninguém joga há mais tempo na Liga. "Estamos a preparar-nos para fazer uma grande época. Não me preocupa nada a defesa ser toda nova", afirmou a O JOGO no início do campeonato. Quatro meses depois, o Tondela segue em oitavo lugar, com uma defesa onde apenas o lateral-direito Fahd Moufi transitou da época passada.

"Éramos miúdos, 12 ou 13 anos, mas o Cláudio já apresentava qualidades, sempre muito calmo e pacato", recordou o amigo de infância Ludovic, 29 anos, avançado do Penafiel. "Espero que possa defender um grande, porque é dos melhores", referiu o companheiro no primeiro clube de ambos, o Sport Clube Paivense. "Sei que teve propostas, mas a gratidão que ele sente pelo Tondela travou a saída." Da última vez que se defrontaram, Ludovic sorriu e o Penafiel eliminou o Tondela da Taça da Liga. "Ofereceu-me a camisola, continua igual, humilde, é uma pessoa espetacular", repetiu.

Se tudo correr bem, Cláudio Ramos iguala o recorde de Rui Patrício, de 8370 minutos, em Portimão, diante do Portimonense.

Na jornada seguinte, agendada para 9 de fevereiro, na receção ao Marítimo, o recorde será batido. Para já deverá acrescentar mais 90 minutos no dia 1 de dezembro, na receção ao Belenenses.

Renovação em marcha

Cláudio Ramos, de 27 anos, termina contrato com o Tondela no final da temporada e, segundo O JOGO apurou, a SAD dos beirões, presidida por David Belenguer, já estabeleceu conversações com Fernando Meira, empresário do guarda-redes, no sentido de prolongar o vínculo e evitar uma saída a custo zero.

A cumprir a nona época no Tondela, Cláudio Ramos estreou-se na I Liga a 30 de outubro de 2015, no Estádio Municipal de Aveiro, diante do Benfica, substituindo o lesionado Matt Jones.

Durante a pré-época, o nome do internacional português foi associado ao Olympiacos, da Grécia, que poderá voltar a manifestar as suas intenções em janeiro, na janela de transferências de inverno. Aliás, neste último defeso o nome de Cláudio Ramos foi associado a vários emblemas, mas o guardião acabou por permanecer em Tondela.