"Braga? Ambos fizemos mais no jogo anterior para merecer mais"

"Braga? Ambos fizemos mais no jogo anterior para merecer mais"
Redação com Lusa

Tópicos

Pako Ayestarán, treinador do Tondela, fez a antevisão do embate frente ao Braga, agendado para as 21h00 de sábado.

O treinador do Tondela, Pako Ayestarán, admitiu esta sexta-feira que quer "presença de jogadores e agressividade" na grande área do Braga, em jogo a contar para a terceira jornada da I Liga.

"[O Braga] Tem muita largura com os dois jogadores que coloca nas alas e acumula muitos jogadores também no meio, portanto, não é uma equipa fácil de defender, mas trabalhámos para isso e, no ataque, teremos de ter agressividade e essa presença na grande área que, quiçá, faltou nos jogos anteriores", assumiu Pako Ayestarán.

Em conferência de imprensa de antevisão do jogo da terceira jornada da I Liga, no Estádio João Cardoso, no sábado, às 21h00, o técnico espanhol admitiu que terá sido "essa presença" que faltou nos dois primeiros jogos para não alcançar a vitória frente ao Rio Ave e ao Marítimo.

"No primeiro jogo a equipa fez um trabalho físico emocionante, intenso. (...) No segundo, (...) fizemos 21 remates à baliza, mas não fomos capazes de materializar. O que nos está a faltar é mais jogo nas costas da equipa contrária e chegar com mais jogadores à grande área do adversário", admitiu.

Neste sentido, disse que os seus jogadores precisam de ser "muito intensos", porque o Braga "é uma equipa que joga muito bem, troca de sistema, tanto no ataque como na defesa, com os mesmos jogadores, e é uma equipa que não se pode deixar jogar no meio campo".

"Estamos a trabalhar para conseguir que a equipa melhore, especialmente no último terço. A equipa chega com bola bastante bem ao último terço, mas não estamos a ser suficientemente eficientes na última parte do terreno", insistiu.

Pako Ayestarán disse saber que vai receber "uma grande equipa com ideias bem definidas" e que, apesar da derrota, merecia ganhar na última jornada, frente ao Santa Clara (1-0), da mesma forma que defendeu que o Tondela também era "merecedor da vitória em casa do Marítimo" (2-1).

"Ambos queremos ganhar o jogo, ambos fizemos mais no jogo anterior para merecer mais, (...) mas não fomos capazes de converter esse domínio em pontos", admitiu acrescentando que o campeonato está no início e, por isso, "não se pode fazer nenhuma avaliação por dois jogos".

O Tondela, no 14.º lugar, com um ponto, recebe no Estádio João Cardoso, no sábado, pelas 21h00, a contar para a terceira jornada do campeonato da I Liga, o Braga que ainda não pontuou e tem menos um jogo, uma vez que a primeira jornada, frente ao Sporting, foi cancelada devido a casos positivos de covid-19 em ambas as equipas.