Vitinha brilha com a camisola do Braga e entra no radar do Sporting

Vitinha brilha com a camisola do Braga e entra no radar do Sporting
Frederico Bártolo

Tópicos

Avançado de 21 anos do Braga está a ser seguido atentamente pela equipa técnica verde e branca.

O Sporting está empenhado em encontrar uma solução para a posição de avançado e Vitinha está no radar do clube verde e branco. O avançado, de 21 anos, do Braga, agora infetado com covid-19, marcou no último jogo três golos (6-0 ao Arouca) e é observado atentamente pela equipa técnica dos leões.

Ainda que o Sporting não possa investir um montante de relevo em reforços nesta janela, a SAD quer apetrechar o ataque, dotando-o de um jogador que possa ser uma alternativa a Paulinho, sem se desviar da ideia de jogo e, ao mesmo tempo, que seja um claro substituto com perspetivas de futuro e não uma sombra à afirmação do atual ponta de lança do Sporting.

Rúben Amorim conhece o jogador desde a sua passagem no emblema do Minho, em 2019/20, altura em que Vitinha alinhava pelos sub-23 do Braga, então com 18 anos. Sem ser promovido aos bês arsenalistas por Amorim, o técnico, porém, acompanhava o seu talento. Vitinha sempre demonstrou mobilidade e conexão com o meio-campo, inserindo-se no projeto de avançado desejado. Recentemente, tem afinado a mira e leva 14 golos na época, dez pela equipa principal do Braga e quatro na equipa secundária: marcou seis golos em dois jogos na Taça de Portugal e fez quatro tentos em oito jogos da Liga Bwin. Foi dez vezes titular esta temporada com Carlos Carvalhal, mas apenas uma vez completou os 90" de jogo.

Para já, o Sporting tem previsto iniciar conversações numa base de cinco milhões de euros, mas está ciente da valorização que o atleta, já internacional sub-21, tem tido, tanto que West Ham, Bayer Leverkusen, Atalanta e Fiorentina foram referidos na mprensa desportiva inglesa, alemã e italiana como tendo Vitinha no radar.

O jogador tem contrato até 2024 e é um ativo importante: os negócios com o Braga costumam demorar e, neste momento, o Sporting sabe que será difícil convencer os arsenalistas a libertarem o avançado a baixo custo. No entanto, e a exemplo de contratações recentes do elenco de Frederico Varandas, o principal é garantir o jogador desejado, nem que para isso se tenha de partilhar o passe ou uma fatia de venda futura. Foi dessa forma que o leão garantiu Pedro Gonçalves, Ugarte e Tabata e pode ser uma fórmula a seguir no caso de Vitinha. As observações podem passar a negociações a muito breve trecho, embora o leão esteja ativo em várias frentes. Para a ala do ataque Marcus Edwards, do V. Guimarães, suscitou nova investida; e para o eixo da defesa o Sporting não descarta um negócio, embora a polivalência dos jogadores do plantel tenha dado boa resposta nos últimos meses, pelo que um reforço para o sector defensivo pode até vir a ser adiado para o verão.

Vitinha estreou-se há precisamente um ano, na Taça de Portugal contra o Torreense. Esta época, com dez golos, já supera, por exemplo, o registo de Paulinho nos leões (nove). Nas dobras ao titular leonino têm jogado Sarabia, Tiago Tomás e até Tabata. Mas falta outro nove puro...