Varandas deixa uma pergunta e explica saída de Keizer: "A Supertaça marcou muito"

Varandas deixa uma pergunta e explica saída de Keizer: "A Supertaça marcou muito"

Presidente do Sporting explica em entrevista à Sporting TV a saída de Marcel Keizer.

Frederico Varandas concedeu esta quarta-feira uma entrevista ao canal do clube, na qual começou por explicar a saída de Marcel Keizer do comando técnico.

"Tal como ontem disse, entendemos que o ciclo de Marcel Keizer fechou-se. Mas é importante também e justo, inteiramente justo, relembrar como o clube estava em novembro. Olho não só para o lado financeiro. Quando me perguntam: "presidente, olhe o treinador A, B ou C," é muito importante que as pessoas percebam que nenhum clube treinador quer vir para um clube com essa instabilidade e Marcel Keizer mesmo com essa instabilidade aceitou este desafio e cumpriu a sua missão. Num ambiente difícil, num contexto difícil consegue vencer dois títulos importantes. Um último extremamente importante e simbólico. Tínhamos a expectativa que continuasse a crescer", introduziu.

"A final da Supertaça marcou muito, a confiança em Marcel Keizer baixou e isso sentiu-se a passar ao grupo. A equipa do Sporting tanto podia fazer um jogo bom, como um jogo muito mau. Nós decidimos que era altura de fechar esse ciclo. Todos falam sobre os timings, primeiro a decisão não teve a ter com o resultado com o Rio Ave, foi uma decisão ponderada depois da Supertaça. E muitos dizem: 'Para isso, devia ter saído no final da época'. Mas aí eu pergunto: alguém iria despedir um treinador que tinha acabado de vencer uma Taça da Liga e uma Taça de Portugal naquelas condições? Alguém? Tenho a certeza que não", concluiu.