Varandas: "Este último ano desafiou-nos, mas não 'curvámos' a nossa missão"

Varandas: "Este último ano desafiou-nos, mas não 'curvámos' a nossa missão"

Mensagem do presidente do Sporting no relatório e contas do clube relativo à época 2020/21.

Frederico Varandas, presidente do Sporting, deixou uma mensagem aos sócios no documento que estes vão apreciar na AG de dia 30, elogiando a obra feita: "Este último ano desafiou-nos, mas não 'curvámos' a nossa missão e jamais o nosso caráter. Vencemos com modelo de sustentabilidade. Tomámos opções difíceis, mas o futuro é assegurado com a construção de bases", pode ler-se no relatório e contas do clube relativo à época 2020/21 e que apresenta um lucro de 135 mil euros.

"Ganhámos três títulos europeus (UEFA Futsal Champions League, Liga Europeia de hóquei em patins e Taça Continental de hóquei em patins), ganhámos três Campeonatos Nacionais das cinco modalidades de pavilhão (basquetebol, futsal e hóquei em patins), tivemos um Campeão do Mundo de judo pela segunda vez consecutiva (Jorge Fonseca) e duas medalhas de ouro nos Europeus de atletismo em pista coberta (Auriol Dongmo e Patrícia Mamona), duas medalhas Olímpicas (novamente Jorge Fonseca e Patrícia Mamona) e dez Paralímpicas, ganhámos também muitos mais títulos nacionais em várias modalidades, vencendo ao mesmo tempo uma pandemia que nos retirou a presença (física) dos nossos sócios e adeptos. E vencemos ainda o caminho de um modelo que está a ser construído com base na Formação, também parte constituinte do nosso ADN. Ganhou o Sporting CP porque ganha a sustentabilidade do clube", considerou o líder do clube de Alvalade.

"O futuro é assegurado pela construção das bases necessárias para edificar e estabilizar o modelo definido, e para o qual foram fundamentais os passos que demos esta época no arranque do projeto da Academia de Modalidades, da remodelação do Multidesportivo, e do início do processo de digitalização do clube", apontou ainda Frederico Varandas.