Trincão já faz fintas de verde e branco: oficialização adiada para hoje

Trincão já faz fintas de verde e branco: oficialização adiada para hoje

Estava tudo a aguardar o grande momento, mas a oficialização do criativo português foi adiada. Internacional luso deve ser anunciado ainda hoje, para viajar até ao Algarve, ainda que não deva representar os leões nos dois particulares com Saint-Gilloise (hoje ao fim da tarde) e Villarreal (amanhã).

Todo o "planeta" Sporting passou ontem o dia à espera do grande momento, leia-se, oficialização de Francisco Trincão como reforço leonino, mas as horas passaram e... nada. Ainda não foi desta que surgiram as primeiras fotografias com o internacional português vestido de verde e branco. Trincão fintou tudo e todos e só hoje deverá ser anunciado no clube lisboeta.

Podem, no entanto, ficar tranquilos os adeptos, uma vez que a contratação já não tem volte-face possível, prevendo-se que hoje mesmo avance a oficialização do negócio, passo decisivo para o avançado se deslocar até ao Algarve para começar desde logo a tomar contacto com as ideias que Rúben Amorim tem para si reservadas, nomeadamente para o papel que na época passada esteve destinado a Sarabia, em constantes diagonais da ala para dentro, com a intenção de surgir em condições de finalização ou de dar o último toque para companheiros marcarem.

Algo que Trincão, aliás, já fez nos tempos de Braga quando esteve ao serviço de Rúben Amorim - e é preciso frisar que, em 2019/20, o jogador conseguiu uma das melhores séries de jogos da carreira, com dez golos e uma assistência em 13 partidas com este técnico nos arsenalistas.

Não dá para fugir à compra no fim da época

Foi um "romance" que pouco durou, mas o treinador não se esqueceu dele e agora insistiu com veemência junto da direção leonina para que esta contratação avançasse. O Barcelona dificultou sobremaneira o negócio, acabando os leões por alcançarem um acordo vantajoso no sentido em que, para já, pagam três milhões de euros por um atleta com um valor indesmentivelmente superior.

Apesar disso, os verdes e brancos têm uma opção de compra obrigatória para acionar no próximo defeso, desembolsando uma quantia na ordem dos sete milhões de euros, que vão depositar na conta bancária do emblema catalão, mediante a aquisição de 50 por cento dos direitos desportivos. Os salários do futebolista (cerca de 1,2 milhões de euros limpos por ano) também vão ser assegurados pelo clube português, num contrato de longa duração, por quatro ou cinco épocas.

Francisco Trincão é, assim, a sexta novidade no plantel às ordens de Rúben Amorim, depois de garantidas as contratações de Franco Israel (guarda-redes), St. Juste (defesa), Morita (médio), Fatawu e Rochinha (avançados). Matheus Nunes é muito pretendido e ainda pode sair, pelo que fica em equação a possível aquisição de pelo menos mais um centrocampista. Quanto a saídas, Palhinha e Pablo Sarabia foram as mais notadas, dadas as presenças habituais no onze titular.