"Também há maroscas no início do campeonato"

"Também há maroscas no início do campeonato"

Presidente do Sporting pede atenção para as arbitragens nas primeiras jornadas do campeonato, mas falou também da AG deste domingo.

Bruno de Carvalho abordou este sábado vários temas da atualidade durante um debate sobre o estado do dirigismo desportivo em Portugal no "Executive Day" promovido pela Universidade Europeia.

Intervenção externa

"O futebol português não está saudável. É necessário haver uma intervenção do Governo. A arbitragem tem que ser profissionalizada e legislada"

Empresários

"É mais caro formar um jogador do que comprá-lo, e tudo por culpa da intervenção dos empresários"

Banco de suplentes

"Vou continuar a ir para o banco, porque foi importante para tirar ilações sobre jogadores e treinadores. Ali percebo melhor as suas motivações"

Diferença para os anteriores presidentes

"A diferença, como diziam, é que eu era um empresário da trampa. A presidência de um clube não deve ser encarada como uma pré-reforma. Há os que vieram com rótulos e há quem arregace as mangas e trabalhe"

Assembleia Geral

"Terei todo o gosto em responder a Godinho Lopes e Dias da Cunha na Assembleia Geral. Tenho algumas coisas para lhes dizer. Acredito que as pessoas não vão querer voltar atrás. Com este acordo criamos condições para voltar a ter uma atividade normal"

Arbitragem

"As oito primeiras jornadas do campeonato têm muita história. Também há maroscas nesta fase, não é só no final do campeonato. Há clubes que à oitava jornada já são campeões e outros que já estão afastados do título"