Sporting-Vietto: em que ponto está o negócio

Sporting-Vietto: em que ponto está o negócio

Tal como O JOGO noticiou, já há acordo entre clubes. Falta, contudo, encontrar uma solução para cumprir o objetivo antigo de levar o jogador do Fulham até Alvalade.

Dois milhões de euros. Eis o que a SAD do Sporting tenta contornar para poder, em conjunto com o Atlético de Madrid, anunciar o acordo pela transferência de Gelson, hoje a vestir as cores do Mónaco por empréstimo. O valor diz respeito ao salário - líquido - que o argentino Luciano Vietto, cedido pelos colchoneros ao Fulham, aufere por temporada, proibitivo para a realidade financeira do leão.

Tal como O JOGO noticiou, já existe acordo total entre clubes e os espanhóis vão pagar ao Sporting 20 milhões de euros pela transação de Gelson, que, no verão, e noutra informação publicada pelo nosso jornal, deverá ver confirmada a prolongação da sua estadia no principado, pelo menos por mais cinco anos. Neste processo, a SAD exigiu a presença de um jogador dos quadros do Atlético de Madrid e após Bernard Mensah ter sido proposto - e rejeitado -, os verdes e brancos "reclamaram" o avançado, um desejo com três anos da estrutura de futebol. Perante os sucessivos empréstimos de que o argentino tem sido alvo, o Atlético aceitou cedê-lo e deu permissão, apurou o nosso jornal, para que os leões iniciassem negociações com o futebolista. Pelo que foi possível perceber, nenhum dos empresários de Vietto ainda foi contactado por responsáveis do Sporting, algo que deve acontecer, ainda assim, até ao final da semana. Apesar de o atacante estar concentrado com o Fulham até final da época, os leões querem fechar esta pasta o quanto antes, concentrando-se nas que continuam a estudar com vista ao reforço do plantel da próxima época.

Intenção é em definitivo

A SAD do Sporting vai entrar em campo com o objetivo de ficar com Vietto em definitivo: o jogador tem contrato com o Atlético até 2021, mas tal como foi referido anteriormente, não faz parte dos planos futuros dos colchoneros. O avançado entende que está na altura de dar um novo rumo à carreira e apagar aquilo que, por exemplo, não está a fazer neste ano desportivo: golos. Em 22 jogos disputados pelo emblema inglês, e num total de 1165 minutos, Vietto só faturou numa ocasião. E esta é outra arma a usar pela SAD: os números do jogador influenciam o seu valor de mercado e, por consequência, o salário - a intenção é, por isso, reduzir ao máximo o montante a desembolsar pela sociedade.