Exclusivo Sporting um a um em Vizela: Duque de Bragança estica o tapete real

Sporting um a um em Vizela: Duque de Bragança estica o tapete real
Frederico Bártolo

Tópicos

A apreciação individual feita por O JOGO aos jogadores do Sporting no triunfo por 2-0 em Vizela, na ronda 18 do campeonato.

Adán 6
Uma defesa apertada aos 7" e uma palmada certeira aos 84".

Gonçalo Inácio 4
Sofreu com as desmarcações dos dianteiros do Vizela e, mesmo nos duelos individuais, esteve longe do seu melhor. Teve dificuldades no passe para os médios.

Coates 5
A velocidade dos rivais assustou o capitão no primeiro tempo, forçando-o a jogar recolhido. Não deu chances aos avançados de finalizarem, mas perdeu duas bolas em zona recuada.

Matheus Reis 7
O mais esclarecido dos centrais a sair a jogar e ainda a dobrar os colegas. Sem nunca perder a posição, resolveu o que Nuno Santos não conseguiu e ajudou Palhinha a pressionar os médios rivais.

Ricardo Esgaio 6
Reativo a descer e a recuperar a bola, Esgaio foi uma seta no lado direito na primeira parte. Apareceu ao segundo poste em várias ocasiões e endossou a Sarabia a bola que permitiria ao espanhol criar o segundo golo leonino. Menos interventivo após o intervalo.

João Palhinha 6
Perdeu duelos, andou por todo o lado menos na zona central e o Sporting sofreu. Mas isso nos primeiros minutos: depois começou a ganhar divididas, estabilizando a equipa até aos 60 minutos. A fadiga sente-se no médio depois da lesão muscular e voltou a baixar de rendimento até ver amarelo e ser substituído.