Sporting equaciona isolar jogadores infetados com covid-19 na Academia

Sporting equaciona isolar jogadores infetados com covid-19 na Academia
Rui Miguel Gomes

Tópicos

Depois dos testes desta terça-feira, os leões admitem isolar os atletas infetados em Alcochete, como prevenção.

O confinamento dos jogadores infetados por covid-19 na Academia, até que os testes deem negativo, segundo O JOGO apurou, é uma das possibilidades que está em cima da mesa dos responsáveis leoninos, concretamente do departamento médico do clube, liderado por João Pedro Araújo.

Tal, porém, só será colocado depois dos testes que serão realizados hoje a todos os elementos do plantel leonino, staff técnico e de apoio, assim como os funcionários que, na sua atividade diária, lidam com o grupo de trabalho às ordens de Rúben Amorim. Dependerá se o número vai variar muito ou não face aos sete jogadores infetados e um elemento do staff, num total de oito elementos, pois, em Alvalade, pondera-se confinar quem acusar positivo no teste de hoje, entre os atletas, na Academia, de modo a salvaguardar os mesmos, que estão assintomáticos, e as respetivas famílias.

Na segunda-feira, soube-se que mais um jogador e um elemento do staff também estavam infetados, depois de uma primeira avaliação no decurso do dia do confronto adiado com o Nápoles ter apontado para apenas seis atletas. Os visados - cuja identidade o Sporting não revela por uma questão de privacidade, algo que O JOGO respeitará - permaneceram em casa, em período de quarentena, enquanto os elementos disponíveis trabalharam às ordens de Rúben Amorim na Academia. Em Alcochete procura-se gerir a situação com normalidade, mantendo os padrões sanitários definidos pela Direção Geral de Saúde (DGS). Todas as pessoas que pretendem entrar na infraestrutura têm a temperatura medida, são questionadas, os jogadores equipam-se nos seus quartos e tomam banho nos mesmos, procurando reduzir as oportunidades de contágio. Segundo os responsáveis leoninos puderam perceber, soube o nosso jornal, os focos de infeção não decorrem apenas de um aspeto em específico, por exemplo atletas que tenham representado as suas seleções nacionais.

Esta terça-feira, sendo um dia de folga, antes do início da preparação para o compromisso do próximo sábado, frente ao Gil Vicente, haverá novos testes, admitindo-se entre os leões que possam existir mais casos positivos de contágio, isto devido aos distintos períodos de incubação.