Sporting confirma que i-voting vai mesmo à AG: saiba mais detalhes

Sporting confirma que i-voting vai mesmo à AG: saiba mais detalhes

Conselho Diretivo anunciou esta sexta-feira em comunicado total legalidade e transparência na proposta apresentada. "Torna o voto acessível a todos", garante-se

Está confirmado: a proposta da introdução do i-voting nas assembleias gerais do Sporting, sejam elas de que tiponomia forem (ordinárias ou eleitorais, por exemplo), vai a reunião magna como proposta de alteração estatutária para aprovação dos sócios.

A informação foi avançada esta sexta-feira em comunicado do Conselho Diretivo, que se congratula com a proposta apresenta pelo grupo de trabalho composto por membros da Mesa, entre os quais o presidente Rogério Alves.

"Não se identificam normas legais que impeçam a introdução do I-Voting nas assembleias gerais do Sporting Clube de Portugal", pode ler-se no documento publicado nas plataformas oficiais, onde se acrescenta: "E permite manter inalterado, no essencial, o modelo de assembleias gerais que tem vindo a ser seguido no Sporting Clube de Portugal, isto é, o tradicional modelo que prevê períodos para debate e votação."

Seguem-se, agora, os trâmites necessários para a marcação da assembleia geral, lembrando-se que a introdução desde mecanismo precisará sempre de 3/4 dos votos dos sócios presentes, ou seja, 75%.