Sporting avança com queixa contra Vieira e Rui Costa

Sporting avança com queixa contra Vieira e Rui Costa

Relatório de Soares Dias e dos delegados não reportou qualquer "aperto" das águias ao árbitro. Sporting prometeu que omissão valia participação à Liga

O Conselho de Disciplina (CD) da FPF não instaurou qualquer inquérito a Luís Filipe Vieira, Rui Costa ou Paulo Gonçalves, presidente, administrador da SAD e assessor jurídico do Benfica, respetivamente, como era esperado pelo Sporting, que vai agora avançar com uma queixa. O departamento jurídico dos leões já está a preparar o processo a apresentar em breve, apurou O JOGO.

Nuno Saraiva, diretor de comunicação leonino, denunciara no domingo que se seguiu ao dérbi: "Ontem [sábado], no intervalo do dérbi, Luís Filipe Vieira, Rui Costa e Paulo Gonçalves fizeram uma espera ao árbitro Artur Soares Dias para lhe pedirem satisfações por alegados penáltis não assinalados a seu favor. A cena de coação e intimidação, habitual nestes protagonistas como foi por exemplo relatado em Paços de Ferreira, foi testemunhada pelos delegados da Liga presentes em Alvalade."

Nem os delegados da Liga reportaram o incidente (narrado pelos leões) no relatório entregue no final do jogo, nem o próprio árbitro Artur Soares Dias referiu tal no seu escrito. Atendendo ao enquadramento deixado por Nuno Saraiva na mesma publicação no Facebook - "O Sporting aguarda o relatório dos árbitros e dos delegados, bem como a reunião do CD para então decidir se será mais uma vez forçado a apresentar queixa junto deste órgão". Tal vai agora acontecer e a participação será sustentada com com recurso a imagens que os leões alegam ter.