Sporting antecipa mais 38,5 milhões de euros de receitas

Sporting antecipa mais 38,5 milhões de euros de receitas

O Sporting assegurou o financiamento de 38,5 milhões de euros (ME), voltando a antecipar receitas decorrentes dos direitos televisivos, publicidade e patrocínio.

O Sporting assegurou o financiamento de 38,5 milhões de euros (ME), voltando a antecipar receitas decorrentes dos direitos televisivos, publicidade e patrocínio, informou esta sexta-feira a SAD leonina, no dia em que recomprou Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC).

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sporting SAD revelou a alteração à titularização de créditos negociada em 20 de março de 2019, então no valor de 65 ME.

Na altura, este montante decorria da "cessão dos créditos decorrentes do contrato de cessão de direitos de transmissão televisiva e multimédia, de exploração da publicidade estática e virtual do Estádio José Alvalade, de distribuição do canal Sporting TV e direitos de patrocinador principal, celebrado em 28 de dezembro de 2015, entre a Sporting SAD, a Sporting Comunicação e Plataformas, S.A. e a NOS Lusomundo Audiovisuais, S.A".

Hoje, a alteração a esta operação visou a emissão da Sagasta de obrigações de titularização adicionais, no valor de 38,5 ME, como "acréscimo do preço de compra e venda de créditos relacionados com os direitos de transmissão televisiva e multimédia e com os direitos de distribuição do canal Sporting TV, destinada a substituir passivos, financeiros e não-financeiros".

De acordo com a sociedade verde e branca, "os créditos cedidos nesta operação servirão para colateralizar a emissão de obrigações titularizadas até ao reembolso integral das mesmas".