Sporting acabou com um longo jejum: Natal, 19 anos depois

Sporting acabou com um longo jejum: Natal, 19 anos depois
Frederico Bártolo

Tópicos

Independentemente do que o Benfica faça este domingo em Barcelos, as águias estão a cinco pontos dos leões e ficarão sempre atrás destes mesmo ganhando. Foi a primeira vitória na liga pela margem mínima

Sozinhos no topo em tempo de abrir prendas. O Sporting não saboreava a sensação de ser líder isolado durante a pausa natalícia há 19 anos, pois vai ter pelo menos dois pontos à maior sobre o Benfica, que, estando a cinco, ainda disputa o seu último encontro este domingo, ante o Gil Vicente, em Barcelos, antes da paragem competitiva.

Os leões, em 2001, garantiram um avanço que dava motivação e que, seis meses depois, entregaria o último campeonato conquistado pelos verdes e brancos.

Ontem, sábado, pela primeira vez neste campeonato os leões ganharam pela margem mínima, repetindo, curiosamente, os dois resultados de 1-0 ante o Farense em 2000/01 e 2001/02.

Apesar de uma menor produção ofensiva e eficácia à frente da baliza, tendo sido até o segundo em que os leões saíram para o intervalo sem golos marcados, o certo é que os comandados de Rúben Amorim igualam os registos de Jorge Jesus à 10.ª jornada, que em 2015/16 e 2017/18 conseguiu somar também 26 pontos, o que é o melhor registo de sempre do clube desde que o triunfo vale três pontos.

O Sporting continua ainda invicto nas provas internas, isto depois dos desafios superados para a Taça de Portugal e para a Taça da Liga, num sapatinho nacional bem recheado.