Sporting: a garantia de Varandas e a "venda dolorosa, mas indispensável" de Matheus Nunes

Sporting: a garantia de Varandas e a "venda dolorosa, mas indispensável" de Matheus Nunes

Editorial do "Jornal Sporting", assinado por Miguel Braga, aborda a transferência do médio português.

O Sporting, no editorial de mais uma edição do "Jornal Sporting", assinado por Miguel Braga, porta-voz do clube, aborda a venda confirmada de Matheus Nunes, que foi oficializado ao início da madrugada desta quinta-feira como reforço do Wolverhampton. "Uma venda dolorosa do ponto de vista desportivo, mas indispensável para a sustentabilidade do clube", pode ler-se.

"O Sporting despediu-se esta semana de Matheus Nunes, que rumou à Premier League e ao Wolverhampton de Bruno Lage. 101 jogos de leão ao peito, um campeonato, uma Supertaça, duas Taças da Liga, oito golos marcados e nove assistências, contando já com oito internacionalizações e um golo marcado pela Seleção Nacional. Uma venda dolorosa do ponto de vista desportivo, mas indispensável para a sustentabilidade do clube", começa por escrever Miguel Braga, lembrando de seguida a garantia dada por Frederico Varandas há dois anos.

"Ainda há dois anos, a garantia dada pelo presidente Frederico Varandas de que Matheus sozinho pagaria o investimento feito no treinador, foi recebido com ceticismo pelo mundo do futebol. Agora, é certo e sabido que o miúdo que servia bolos na pastelaria na Ericeira e corria pelo Ericeirense transformou-se num craque. Que tenha toda a sorte do mundo nos próximos capítulos", concluiu.