Seleção dá aumento a Paulo Oliveira

Seleção dá aumento a Paulo Oliveira
Rui Miguel Gomes

Tópicos

A evolução de Paulo Oliveira e a chamada do selecionador Fernando Santos levam SAD a acelerar o que já estava previsto desde março.

A chamada à Seleção Nacional para o encontro de ontem na Albânia é só mais um dos vários motivos que levam a SAD liderada por Bruno de Carvalho a concretizar a intenção de aumentar o vencimento do defesa-central Paulo Oliveira, algo que, sabe O JOGO, deverá acontecer em breve. Titular indiscutível na presente temporada, depois de ter assumido o papel de patrão do sector ainda com Marco Silva - tendo representado a seleção vice-campeã europeia de sub-21 no último defeso -, Paulo Oliveira deverá ver o seu vencimento passar para valores ligeiramente superiores aos 450 mil euros brutos por ano que os dirigentes leoninos pretendiam colocar em cima da mesa quando a 8 de março de 2015 o nosso jornal deu conta do plano dos dirigentes leoninos.

De então para cá, com a crescente valorização e preponderância na equipa - além claro do investimento efetuado em outros elementos do plantel -, Paulo Oliveira manteve a condição de intocável com o novo treinador do Sporting, Jorge Jesus, e a entrada nos eleitos do selecionador nacional Fernando Santos foi apenas um sinal de que a renovação da equipa das Quinas passa pelo famalicense, quando Pepe (32 anos), Bruno Alves (33) e Ricardo Carvalho (37 ) estão perto do final da carreira.

[destaque:4767400]

Daí que a SAD equacione o aumento de 250 mil euros anuais brutos por ano para um valor ligeiramente acima do dobro, tal como o respetivo prolongamento do vínculo laboral entre as partes, o qual expira em junho de 2019. Paulo Oliveira tem uma cláusula de rescisão no seu contrato de 45 milhões de euros, ele que custou aos cofres do Sporting 1,8 milhões de euros por 90% dos direitos económicos - o Vitória de Guimarães ficou com a percentagem remanescente.