Saraiva usa Vieira para atacar comentadores "pontas de lança encartilhados"

Saraiva usa Vieira para atacar comentadores "pontas de lança encartilhados"

Diretor de comunicação do Sporting utilizou o alegado discurso de Luís Filipe Vieira para deixar bicada a jornalistas e comentadores televisivos.

Nuno Saraiva recorreu ao uso do alegado discurso de Luís Filipe Vieira durante a assembleia geral do Benfica para atacar jornalistas e comentadores televisivos, fazendo referência a "uma série de impropérios e palavrões" alegadamente proferidos pelo presidente do Benfica.

"Depois de ler os relatos de uma série de impropérios e palavrões proferidos pelo presidente de um clube rival numa assembleia geral, sempre quero ver se os Serpas, os Delgados e os Ruis Santos da vida vão rasgar as vestes e escrever prosas sobre gerações rascas de presidentes ou que precisam de tratamento. Ou se, pelo contrário, a sua audição é tão selectiva que, à boa maneira coreana, são incapazes de ouvir para além da p*** da Gala", começou por dizer o diretor de comunicação do Sporting, numa publicação no Facebook.

Nuno Saraiva comparou a situação às críticas dirigidas a Bruno de Carvalho, afirmando aguardar a reação dos "comentadores pontas de lança encartilhados das TV's".

"Não me interessa nada aquilo que se passa na casa dos outros, isso cada um sabe de si e não me diz respeito nem devemos sequer perder tempo com eles. O que exijo, e devemos todos exigir, é apenas honestidade intelectual a quem se diz jornalista. E o mesmo se aplica aos que, em vez de irem aos programas televisivos elevar o discurso, preferem seguir a cartilha organizada de incentivo ao ódio e à violência, para, de forma infame, ofenderem e difamarem quem não tem medo de lhes apontar o dedo. A dita cartilha que, infelizmente, hoje todos conhecemos por ser pública, além de ser a confissão de factos e condutas gravíssimas no universo do futebol, visa apenas tentar descredibilizar, condicionar e calar o actual Presidente do Sporting CP", finalizou.

O presidente do Benfica, recorde-se, terá abordado o caso dos e-mails durante a assembleia geral do clube. "Em relação aos e-mails, desculpem falar à português, tanta m... e zero. Não temos medo de ninguém, nunca comprámos um filho da p... de um resultado", terá dito.