Sarabia e o adeus ao Sporting: "Disseram-me que aquela despedida não foi normal"

Sarabia e o adeus ao Sporting: "Disseram-me que aquela despedida não foi normal"

Poucos dias depois de dizer adeus ao Sporting, Sarabia diz ter ficado muito emocionado com o carinho demonstrado pelos adeptos leoninos.

Pablo Sarabia confessou que foi "difícil aguentar a emoção" quando se despediu dos adeptos do Sporting, em Alvalade, frente ao Santa Clara. O extremo terminou o empréstimo ao emblema verde e branco e regressa ao PSG, após um ano muito positivo para o espanhol.

"Foi super emocionante. Sabia há uma semana, porque anunciaram no jogo anterior, mas não esperava que fosse com aquela dimensão. Ver como toda a gente se levantou, como o estádio me aplaudiu... é uma memória que vai ficar comigo para sempre. Foi difícil aguentar a emoção naquele momento, mesmo durante o jogo. Os meus companheiros de equipa disseram-me que aquela despedida não foi normal, que os adeptos não costumam fazer aquilo. Uma coisa é jogadores que vão reformar-se, mas com um jogador ainda no ativo, de fora e em pouco tempo... estou muito agradecido. Não fui só eu que deixei uma marca nos adeptos, eles também me marcaram a mim", adiantou numa entrevista ao jornal Marca.

Quanto aos registos ofensivos, Sarabia diz que superou os objetivos que definiu no início da temporada: "O meu objetivo era fazer 15 golos, mas foram mais alguns. O que mais gostei desde que comecei a marcar e a fazer assistências foi a minha forma de acrescentar algo à equipa."

Nos leões, o ex-Sevilha foi orientado por Rúben Amorim, um treinador com quem aprendeu e que tem "ideias espetaculares". "Foi bastante fácil desde o princípio. Não só profissionalmente como pessoalmente. Os conceitos que tem são muito bons e ajudaram-me em tudo. Gosto de escutar e aprender, e o Ruben é um treinador com ideias espetaculares. (...) É um treinador que tem uma carreira pela frente muito bonita, desejo-lhe o melhor", afirmou.

O internacional espanhol fez também elogios a Luis Díaz, um jogador "absolutamente diferenciado", e a Darwin Núñez, um avanço com muita "facilidade para marcar golos", "rápido, inteligente e que pode ser um dos grandes avançados da Europa". Sarabia cruzou-se com ambos esta temporada, ao defrontar o colombiano no FC Porto e o uruguaio no Benfica.