"Saí com oito meses de salários em atraso"

"Saí com oito meses de salários em atraso"

Médio brasileiro, que foi emprestado ao Flamengo em janeiro, espera chegar a acordo com os leões ou ameaça lutar pelos seus direitos

Elias garante que deixou o Sporting com oito meses de salários em atraso. Numa entrevista publicada ontem pelo jornal "Globo", o médio que representa o Flamengo desde janeiro por empréstimo dos leões, justificou a mudança com os problemas financeiros do clube de Alvalade.

"No meu segundo ano, o Sporting começou a sofrer com a crise financeira em Portugal. Saí porque estava com oito meses de salários em atraso. O primeiro objetivo que tracei ao sair do Brasil foi a independência financeira e é difícil ficar longe da família, dos amigos, do seu país e não receber", afirmou.

O médio, que foi a contratação mais cara da história dos verde e brancos, que pagaram 8,85 mihões de euros ao Atlético de Madrid em agosto de 2011, acrescentou que nunca expôs esta situação para não prejudicar o clube.

"Nunca falei isso publicamente para não atrapalhar o Sporting e as eleições que estavam a decorrer na altura. Tentei fazer o acordo dessa dívida, mas não foi possível. Saí porque disse não ia aguentar mais. O projeto que o Flamengo me ofereceu era muito bom. Tive que sair, mesmo sendo por empréstimo", explicou, sublinhando que no emblema carioca não tem tido problemas em receber. "Se atrasar uma ou duas semanas é normal e não vai fazer diferença."

Emprestado até dezembro, o internacional brasileiro avisa que pretende fazer valer os seus direitos. "Vamos ver a medida que vou tomar para defender o meu futuro, porque quero um acordo. Se não conseguir, vou ser obrigado a ir atrás dos meus direitos", anunciou.