Rúben Vinagre avança para o combate

Rúben Vinagre avança para o combate

Canhoto vai ocupar a vaga deixada em aberto pela entorse de Nuno Mendes, que é recuperável para Braga. Os reforços beneficiam de lesões para jogar e também Esgaio será titular nos leões.

Nuno Mendes estará ausente do arranque do campeonato devido a entorse no tornozelo esquerdo, sendo recuperável para o jogo com o Braga, e abre as portas da lateral esquerda a Rúben Vinagre, atleta que chegou por empréstimo do Wolverhampton, mas com uma cláusula obrigatória de compra de 10 M€.

De um ano para o outro, Nuno Mendes tornou-se peça indiscutível no onze, porém o posto ficará salvaguardado por Vinagre, sendo que Flávio Nazinho estará de sobreaviso, isto porque Antunes já saiu de Alvalade, rumando ao Paços de Ferreira. Emprestado na segunda metade da época ao Famalicão em 2020/21, Vinagre afirmou-se e esta sexta-feira jogará com uma novidade na carreira como sénior. Nunca foi titular na primeira jornada de um campeonato. E mesmo no que toca a minutos tem sentido dificuldades: só em 2018 foi opção no primeiro jogo de uma Liga ao somar 14 minutos no 2-2 entre Wolves e Everton. "O Nuno está fora e o Vinagre é a opção mais clara", admitiu o técnico Rúben Amorim.

Curiosamente, esta sexta-feira Amorim vai fazer entrar os dois reforços até aqui confirmados para 2021/22. Ricardo Esgaio substituirá Pedro Porro, que já falhou a Supertaça por luxação da articulação tíbioperoneal superior do joelho direito, sofrida ante o Belenenses, na pré-época. Esgaio, ao contrário de Vinagre e também pelos seus 28 anos, tem cativado os técnicos desde início e no Braga assumiu-se prontamente como titular nos primeiros desafios das diferentes temporadas.