Rúben Amorim: "Vantagem sobre Jesus? Pouco vale o tempo que trabalhei com ele..."

Rúben Amorim: "Vantagem sobre Jesus? Pouco vale o tempo que trabalhei com ele..."

Declarações de Rúben Amorim, treinador do Sporting, esta quinta-feira, em conferência de antevisão ao dérbi com o Benfica, na 13.º jornada da Liga Bwin, na sexta-feira, no estádio da Luz.

Jorge Jesus equivale às ausências de Coates e Lucas Veríssimo. Quem faz mais falta?: "Depende da conferência. Se for nesta conferência, o Coates faz mais falta que o Lucas Veríssimo. Se for na do mister Jorge Jesus, será o contrário. São dois jogadores importantes, em que os treinadores confiam. Coates é mais que um jogador para nós. Mas volto a dizer: já jogamos sem o Coates e ele neste aspeto de liderança não pode estar presente connosco, mas está em contacto com toda equipa e vamos deixar o Coates orgulhoso."

Coates goleador e defesa: "Faz falta o Coates defesa, mas faz também falta o Coates goleador. Temos muitas bolas paradas e trabalhamos isto. Portanto, tivemos que trabalhar outras coisas, preparar outras coisas, e vai fazer falta os dois: o goleador e o defesa".

Benfica: "Voltou a dizer: temos os mesmos pontos, penso eu, contra os mesmos adversários que tínhamos no ano passado. Se lembrarmos o ano passado na nossa pior fase tivemos empates com o Moreirense, com o Famalicão em casa, com o Belenenses em casa, e não sabemos que pontos vão fazer falta. Estes jogos são importantes obviamente. E este próximo é importante para o clube. Se perdemos perdemos o jogo, perdemos a nossa posição. Portanto, nosso objetivo é ganhar. Queremos fazer um bom jogo e o resultado é uma consequência. Vamos claramente para vencer o jogo."

Empate bom resultado: "Não. Claramente o objetivo é vencer. Não tira a nossa responsabilidade não jogar o Coates e o Palhinha. Estamos em primeiro em igualmente com FC Porto, que estão à frente pelos golos, mas queremos ganhar."

Vantagem por ter sido jogador de Jorge Jesus: "Em relação à vantagem mister, nada. Trabalhei com ele, mas o tempo passou. O mister adaptou as ideias. Conheço a forma de trabalhar obviamente, mas não mais que isso. Os jogadores mudando, muda a característica da equipa e pouco vale o tempo que trabalhei com ele no Belenenses ou Benfica. Sei que o mister quer muito ganhar e eu também. Vamos ao jogo."