Rúben Amorim sobre a retoma do campeonato: "Nao houve qualquer tipo de receio"

Rúben Amorim sobre a retoma do campeonato: "Nao houve qualquer tipo de receio"

Três meses depois, mais precisamente 86 dias após o último jogo, a I Liga regressa e Rúben Amorim, treinador do Sporting, acredita que não haverá receio por parte dos jogadores.

Três meses sem jogar. Agora com distanciamento físico. Os jogadores vão ter medo de contactar com os adversários? O futebol vai mudar?

"O futebol não vai mudar. Desde o primeiro treino conjunto que não houve qualquer tipo de receio, o comportamento não vai mudar. E não quero transmitir uma mensagem de que tudo passou, mas a fase mais crítica já passou. Os jogadores são muito bem controlados, e vão fazer o que fizeram a vida inteira. O futebol começa, os programas e as polémicas voltam, vai ser tudo igual o que era... Poderá, sim, mudar a imagem do jogo, sem público."

Pereyra, jogador do Rosario, interessa ao Sporting?

"Estou focado apenas nos jogos que faltam. É claro que já estamos a preparar a próxima época, mas agora temos este problema. A pandemia mudou a visão e anda tudo na incerteza. Os dirigentes querem dar os passos certos, não é hora de pensar o futebol. Vamos ver como corre e depois vamos voltando ao normal. Agora é tudo uma incerteza muito grande."

Como será o jogo sem Wendel, que está lesionado?

"A preparação do substituo fez-se no treino, uma luta saudável entre todos. Jogará o melhor."