Exclusivo Rúben Amorim roda mais esta época, mas taxa de utilização da equipa-tipo mantém-se

Rúben Amorim roda mais esta época, mas taxa de utilização da equipa-tipo mantém-se

O leão já teve esta época mais competição do que em 2020/21, e ainda faltam pelo menos oito desafios (sete da Liga e um da Taça de Portugal). Amorim fez mais gestão esta época, mas com cautelas.

Rúben Amorim chegou no final de 2019/20 e começou logo a preparar o terreno. Analisou o plantel disponível, promoveu jovens, reforçou a equipa em consonância com a SAD e, finalmente, na época seguinte (a primeira completa), colocou em prática o seu projeto, com uma equipa-tipo bem definida que capitalizou os minutos para consolidar um modelo e estilo de jogo.

Os resultados estão à vista, com a conquista do título nacional, da Taça da Liga e, posteriormente, da Supertaça (e já esta época de outra Taça da Liga). Esta temporada, embora pareça que está a rodar mais a equipa, a verdade é que Amorim não abdica de uma certa estabilidade para melhor integrar as novas apostas, e o peso em minutos em campo dos habituais titulares é semelhante ao do ano do título.