Rúben Amorim, o substituto de João Mário e uma garantia sobre o plantel

Rúben Amorim, o substituto de João Mário e uma garantia sobre o plantel

Treinador do Sporting em conferência de Imprensa de antevisão à Supertaça Cândido de Oliveira, frente ao Braga (sábado, 20h45).

Na época passada diziam que não ter adeptos ajudou. Como será agora? "São rapazes inteligentes mas que ainda não viveram isso [jogar com público]. Eles têm de estar preparados, houve jogos em que controlámos, mais defensivamente, e eles têm de saber que vamos sentir esses assobios, bruás, acho que os jogadores têm de passar por isso. Temos de estar preparados para lenços brancos e assobios num clube grande. Este é um grupo que olha para o lado positivo das coisas. Pensam que adeptos os vão apoiar, mas têm de olhar para o outro lado de jogar num clube muito grande. O nosso foco é em ganhar."

Plantel e reforços: "Temos o plantel que queremos. Gosto muito de todos os jogadores, com características diferentes. Fomos buscar jogadores jovens, fomos buscar o Esgaio, que era um jogador que precisávamos, pela capacidade que tem, tática, técnica, física, porque vamos ter mais competições, o Vinagre, que é um talento... E se formos a ver são dois jogadores da formação do Sporting. E estamos mais completos porque temos um ano de trabalho. Em relação a reforços, não falo de jogadores que não são nossos. Muito satisfeito com o plantel que temos."

Favorito para substituto de João Mário? "Temos várias opções, como já tínhamos na época passada. Estão todos preparados. João Mário e Palhinha foram os mais utilizados, mas a ideia vai mudando de jogo para jogo. Matheus [Nunes] e Bragança, que teve um grande crescimento no fim, e o Tabata adaptou-se bem à posição. Quem estiver lá dentro estará preparado."