Rúben Amorim encaixa no perfil e está na mira do Borussia M'Gladbach

Rúben Amorim encaixa no perfil e está na mira do Borussia M'Gladbach

Alemães enviaram emissários ao dérbi e têm o treinador do Sporting num lote restrito de alvos para o futuro. Situação do técnico Adi Hutter está por definir, porque a permanência do emblema da Vestfália ainda não está garantida. Amorim encaixa no perfil formador procurado, mas está feliz e seguro no leão.

Rúben Amorim encontra-se numa lista restrita de alvos para treinador no Borussia Moenchengladbach, sabe O JOGO. O clube alemão está muito atento ao desempenho do português, que foi capaz de conquistar quatro títulos no Sporting desde que foi contratado em 2020, e tem enviado emissários aos encontros dos leões mesmo que, em muitos casos, estes não estejam identificados.

Ao que o nosso jornal apurou, o dérbi teve mesmo a presença de um membro do M"Gladbach, observando de perto a conduta do míster no banco e a tática que tem privilegiado nos leões desde que foi contratado ao Braga.

Para já, Rúben Amorim encaixa perfeitamente no projeto dos alemães, pois estes procuram um treinador capaz de potenciar a formação, que consiga valorizar os principais ativos de modo a, paulatinamente, ser presença regular na Liga dos Campeões, de modo a poder atrair outro perfil de jogadores.

Ao que o nosso jornal pôde apurar, uma possível investida do clube da Vestfália só acontecerá quando a permanência estiver garantida: com menos um jogo do que os clubes abaixo da linha de água, o Moenchengladbach tem seis pontos de avanço para o 16.º, o Estugarda.

Na última época, porém, o G"ladbach foi à Liga dos Campeões, ao ser quarto classificado na Bundesliga de 2019/20, com Marco Rose, agora no Dortmund, como líder do balneário. A pressão em torno de Adi Hutter é evidente. "As condições em que ele foi contratado mudaram. Se ele nos entender poderá começar a próxima temporada", afirmou recentemente à "Kicker", Roland Virkus, o diretor desportivo, desvalorizando uma crise no banco.

Ainda que o interesse seja real, Rúben Amorim está satisfeito em Alvalade. "O treinador vai ficar muito tempo. Terei a oportunidade de renovar sabendo que se não ganhar jogos, posso ter o lugar em risco como todos os treinadores, com a diferença de terem de pagar mais para eu sair", disse Rúben Amorim em novembro, desviando as conversas para uma eventual mudança de clube no verão.

A cláusula de rescisão de 30 milhões de euros do contrato vigente até 2024 descansam totalmente o Sporting e o treinador só pensa em sair com um projeto de outra dimensão. RB Leipzig foi rejeitado e o Manchester United também incluíra o português na lista de sucessores de Rangnick, porém será, ao que tudo indica, Ten Hag, do Ajax, o escolhido.