Rúben Amorim e a luta pelos "oitavos": "O favoritismo está do lado do Dortmund"

Rúben Amorim e a luta pelos "oitavos": "O favoritismo está do lado do Dortmund"

Declarações de Rúben Amorim na sala de imprensa após o triunfo por 4-0 frente ao Besiktas.

Jogo: "Os jogadores do Sporting tornaram tudo mais fácil. Não facilitaram em nada. Fizemos o primeiro golo e chegámos ao intervalo a vencer por 3-0. Depois gerimos o jogo. As baixas do Besiktas também ajudaram a isso. Este é só um jogo, vamos continuar a trabalhar."

Adeptos: "Não era preciso os jogadores e o treinador pedirem. Precisamos da ajuda deles."

Receção ao Dortmund: "Não há margem favorável para o jogo com o Borussia de Dortmund. Está muito habituado às competições europeias. Vai ser um jogo diferente deste, com menos espaço. Mas agora o nosso foco é o do jogo com o Paços de Ferreira."

Contra o excesso de confiança: "Já passámos por fases boas. Já houve jogos esta época em que podíamos fazer mais golos. Temos de ter os pés bem assentes na terra. Gosto que entrem com o pensamento de não facilitar."

Paulinho: "O Paulinho tem de sentir gratidão pelo reconhecimento que os adeptos lhe dão. Isso reflete o trabalho que faz, que muitas vezes se prejudica em prol da equipa. Para mim, seja aplaudido ou assobiado é indiferente, quando tiver de jogar jogará."